Olá, prazer… Sou ******, mas pode me chamar de Shhh ou somente S. Há quase 2 anos atrás adquiri o vírus da herpes (tipo 2). Como? Como a grande maioria, sexo desprotegido!

Dos poucos depoimentos que vi na época em que fui contaminada, parte do processo de compreender o que eu tinha, todos os posts eram de mulheres e sempre a mesma história (e no qual eu me identifico em partes): garota conhece garoto; começam um relacionamento; após um tempo, decidem deixar de usar camisinha; após a 1º relação sem preservativo; garota fica doente; e o garoto desaparece.

Triste né?!

Hoje em dia, pensando mais no assunto, me assusta não achar declarações de homens. Queria muito saber como lidam e como as mulheres reagem quando eles contam.

Mas voltando ao “quem sou eu?”: Mulher, 35 anos, Solteira, sem filhos, ainda mora com os pais e nem tem vontade deixar, passou por uma depressão a pouco tempo, no momento desempregada e estudando em instituto federal.

Sinceramente, nunca fui boa em me descrever, então fiz esse desenvolvimento genérico. Rs!

Pra dar uma facilitada, segue algumas declarações de amigos:
“Espirito livre, dedidinho podre, implicante”
Meiga, as vezes meio seca e não aceita elogios…”
“Muito amiga, companheira, alegre, sempre solicita! Educada e muito fofa”
“Inteligente, carinhosa, insegura, indecisa as vezes, não acredita em elogios mesmo com a bff falando que está maravilhosa, teimosa, estilosa, não demonstra muito sentimentos, sendo isso antes de algumas coisas… Hoje, inteligente, ousada, linda, maluca mas ainda não acredita no elogio, ainda acho que demonstra pouco sentimentos. Amo! Ando me adaptando a essa nova mulher”